segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Desabafo x Festa "balada" X Filho X Mãe X Separação

Como a vida é estranha... Pouco tempo atrás, bem pouco tempo atrás, jamais me imaginaria escrevendo sobre as minhas angústias e aflições como uma mãe solteira (ou separada)... Hoje aqui escrevo como tal e começo até a sentir orgulho mim nessa tal condição que me foi imposta.

Na última semana passei por momentos difícieis com a adaptação da Maria Clara na escolinha (logo escreverei detalhadamente sobre essa fase), claro que foi mais difícil mesmo para mim, ela está tirando de letra. Mas me doí o coração sempre que eu deixo ela para trás, um pedaço de mim fica longe por horas, é como se o meu coração parasse durante este tempo e me faltasse o ar nos pulmões, de tamanha aflição que eu fico por ter este desapego. Porém assim como me adaptei e confie em deixar o meu bem mais precioso com a avó Regina, sei que também me adaptarei e confiarei nas professoras da Escolinha Cia dos Anjos.

Além disso, passei por uma prova de fogo neste final de semana... Pela primeira vez sai sem a Maria depois da separação, fui na festa de formatura de um amigo, que por sinal estava ótima!!! Até esqueci um pouco da rotina maluca que estou vivendo, das fraldas e mamadeiras, e me entreguei a diversão. Nossa! Foi muito bom!!

No entanto... continuo sendo mãe e continuo sendo a única responsável pelo bem estar da minha princesa... éis que esqueço deste pequeno detalhe e chego em casa por volta das 6h da manhã, vou durmir às 6h40 e acordo com uma vozinha... "mamamá"... às 7h20 da manhã... Sim!! Isso mesmo, a minha bonequinha resolveu madrugar e acordar com a corda toda, louca para brincar e gastar a sua energia.

Eu estava na casa da minha mãe, que cuidou dela a noite toda sozinha e claro que não repassaria a minha responsabilidade para a minha mãe novamente, pois sei que ela mal descansou a noite velando o sono da minha filha, enquanto eu Gisele me divertia.

Sendo assim juntei os meus caquinhos de sono e cansaço e fui cantar e dançar Patati Patatá às 7h30 da manhã com a minha bonequinha... Vida de mãe realmente não é fácil... hehe

Mas, como mãe cheia de esperança que sou, imaginei que logo as energias da Maria Clara se esgotariam novamente e poderíamos dormir juntinhas. Fato este que não aconteceu...

Sai da casa da minha mãe e fui para a minha casa, chegando lá mais bagunça, mas com o passar das horas o meu bebê foi ficando enjoadinha, não queria comer, não queria brincar, não tinha parada, só choramingava e eu ali... não me aguentando em pé, com sono, com fome e já de mau humor (por que ninguém é de ferro, nem mesmo nós mães!).

Para ajudar, tentando fazer todas as comidinhas e lanchinhos imaginaveis para a minha pequena se alimentar, com ela pendurada no meu colo (claro!), acabei virando no chão de casa suco, fruta, arroz e até feijão... a minha cozinha mais parecia uma zona de guerra, tamanha bagunça!

Pois bem, mas como uma hora a pilha tinha que acabar... a da Maria, né! Pq a minha já tinha acabado há horas!!!

Por volta das 14h a Maria dormiu longos 40 minutos, tempo este em que limpei a zona de guerra e preparei 4 pasteis para o meu almoço, comi dois e ela acordou.

Bem, a situação estava melhorando... eu ainda não tinha dormido, mas já tinha comido alguma coisa, a Maria estava mais animada e menos chorona, pois tinha dormido um pouco e até mamadeira aceitou de bom grato.

Brincamos e dançamos mais Patati Patatá e depois fomos as compras, eu precisa comprar as coisas para o kit de higiene da escolinha, fomos ao shopping e no mercado, e na volta ainda passamos na pracinha para andar de balanço.

Chegando em casa lá pelas 18h, o papai da Maria estava esperando ela, eles brincaram e ele deu um banho nela, enquanto eu preparava a janta da mocinha e arrumava as coisas para levar para escolinha, lavava roupa, guardava as passadas, etc, etc. Até tentei dormir enquanto eles brincavam, mas a Maricota estava enjoadinha e queria ficar comigo por perto...

Às 21 horas (eu acho, já nem conseguia ver as horas), o papai da Maria foi embora e eu deitei com a Maria... mais meia hora de cantigas de ninar e finalmente o meu anjinho dormiu, e eu pude dormir também!!!

Sabe o que aprendi com isso?!?!?!?!

Ser mãe realmente é padecer no paraiso!!
Que posso sair, mas preciso voltar cedo, pois a Maria precisa de uma mãe 100% no dia seguinte!!
Que sou mãe e não a mulher maravilha!!
Que continuo ficando mau humorada quando estou com fome e sono!!
Que ser mãe é se sentir culpada até por estar com sono e fome!!
E que preciso de mais dois pares de braços... hehehehe

Obs: claro, que se eu fosse casada ainda, essas tarefas seriam divididas e eu não teria cansado tanto e nem chegado a chorar de desespero sem saber o que fazer. Mas como a Maria depende só de mim... Se você mamãe que está lendo isso for casada, não hesite e vá pedir ajuda para o papai.

É isso... para variar um pouco... momento desabafo... hehe... e só me convidem para baladas muito boas, que compensem o tumulto do dia seguinte.... heheheee

Bjsss e uma boa semana!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário